Distanciamento social: como manter sua equipe engajada no trabalho remoto

Seguindo as recomendações de distanciamento social divulgadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), muitas empresas adotaram mudanças em seus modelos de funcionamento, a fim de garantir a segurança de seus funcionários e clientes durante a pandemia. Para alguns negócios, o trabalho remoto foi a alternativa encontrada para preservar a saúde de seus colaboradores sem precisar

INFO

Seguindo as recomendações de distanciamento social divulgadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), muitas empresas adotaram mudanças em seus modelos de funcionamento, a fim de garantir a segurança de seus funcionários e clientes durante a pandemia. Para alguns negócios, o trabalho remoto foi a alternativa encontrada para preservar a saúde de seus colaboradores sem precisar pausar as atividades.

Desse modo, o que antes era apenas uma opção, agora se tornou a única saída para muitas marcas em meio ao surto de coronavírus. Embora o trabalho à distância não seja viável para alguns segmentos, um estudo feito pela Hibou concluiu que cerca de 60% dos entrevistados estão trabalhando em sistema de home office, atualmente, no Brasil. 

Quebrando paradigmas

A pandemia provocou transformações nas crenças de muitas empresas a respeito do trabalho remoto, que foi imposto pelas nessidades do momento atual. Afinal, a possibilidade de ter seus colaboradores produzindo de casa proporciona significativa redução de gastos, além de benefícios para o funcionário e para a mobilidade urbana.

Por isso, a tendência é que esse modelo de trabalho se estenda na fase pós-pandemia. De acordo com um levantamento feito pela Fundação Getúlio Vargas, a perspectiva é que até 30% das organizações mantenham o sistema de home office depois que tudo isso passar. 

Mas nem tudo são flores no trabalho remoto

Apesar das vantagens, esse método, muitas vezes, dificulta a integração e o sentimento de pertencimento entre os funcionários. Além disso, a mesma pesquisa da Fundação Getúlio Vargas concluiu que, para muitos profissionais, manter a rotina de trabalho em casa não está sendo fácil: 34% não está conseguindo manter a motivação para trabalhar e 36% afirmou que sua produtividade caiu e que ficou mais difícil se concentrar nas atividades.

Assim, para que a prática do home office seja eficiente, alguns fatores precisam ser observados. Os funcionários devem seguir alguns passos básicos, como organização e rotina, para manterem a produtividade trabalhando em casa. Por sua vez, empresas e gestores precisam pensar em estratégias para engajar seus times, a fim de garantir resultados satisfatórios no trabalho remoto, ainda que em uma realidade atípica. Pensando nisso, listamos algumas sugestões que podem ajudar a sua marca nesse processo: 

#1 – Uma boa comunicação é a chave do sucesso

Para manter sua equipe alinhada a respeito de processos, prazos e demandas, a comunicação — no trabalho remoto — precisa ser ainda mais clara e objetiva. Mas, com a infinidade de recursos digitais disponíveis hoje, esse processo vem se tornando cada vez mais prático. E para garantir que ele seja realmente eficiente, basta identificar quais plataformas de comunicação funcionam melhor para a sua empresa.

Além disso, as videoconferências são uma ótima alternativa, tanto para substituírem as reuniões presenciais quanto para a resolução rápida de problemas. Afinal, uma boa conversa evita ruídos e é sempre mais eficaz do que mandar um e-mail, por exemplo. 

#2 – Incentive a autonomia sem deixar os resultados de lado

Incentivar a liberdade na tomada de decisões contribui para aumentar a motivação dos colaboradores. Ao fazer a gestão do seu próprio tempo, por exemplo, eles sentem que possuem mais autonomia no trabalho. Por isso, procure flexibilizar processos e horários. 

Por outro lado — para garantir o bom desempenho do time — é importante realizar reuniões periódicas ou fazer uso de uma plataforma de gestão de processos, que pode ajudar os líderes a acompanharem as entregas mais de perto. 

#3 – Sempre dê um retorno ao colaborador

Manter o profissional por dentro da percepção da empresa sobre os seus resultados é essencial em qualquer realidade de trabalho. Mas, no home office, isso se torna ainda mais necessário. Por isso, é importante que o gestor dê feedbacks frequentes a cada funcionário, para que ele entenda quais aspectos podem ser otimizados. Além disso, reconhecer seus pontos fortes contribui para que ele se sinta motivado a alcançar resultados ainda melhores. 

Entretanto, é preciso escolher o canal de comunicação mais adequado. Para a aplicação de feedbacks, falar individualmente — de preferência em uma call — previne ruídos e evita que a pessoa fique desconfortável. Por outro lado, quando falamos em elogios, compartilhar a conquista do colaborador com toda a equipe é bastante interessante. 

#4 – Proporcione momentos de integração

Agora que as pessoas não podem mais “tomar café juntas”, é importante estimular a integração do time, para que os funcionários continuem se sentindo parte da empresa, e proporcionar momentos de descontração, a fim de aliviar a tensão do dia a dia.

Assim, fazer videoconferências mais informais, incentivar a troca de experiências e oferecer workshops com temas que ajudam as pessoas a lidar melhor com a nova realidade — como aulas de gestão de tempo, yoga e exercícios on-line — são algumas possibilidades que podem ser pensadas pela sua marca para “aproximar” a equipe.

#5 – Forneça as ferramentas necessárias

Por último, mas não menos importante: ao implementar o home office, a empresa precisa garantir que seus funcionários tenham os equipamentos de trabalho em casa. Por isso, ter uma conversa com cada um deles, a fim de entender suas necessidades, é fundamental.

Além disso, é importante disponibilizar ferramentas que facilitem o trabalho remoto. Plataformas de comunicação corporativa (como o Slack) e de gestão de processos são essenciais. Lembre-se, também, de definir qual software de videoconferência será utilizado, a fim de que os colaboradores possam se preparar com antecedência para as reuniões. 

Para contribuir no combate à COVID-19, muitas empresas adotaram o sistema de trabalho remoto. Assim, elas conseguem manter as atividades e, ao mesmo tempo, garantem mais segurança para seus colaboradores. No entanto, manter a motivação das equipes diante da nova realidade nem sempre é fácil. Mas com algumas adaptações, é possível fazer com que seu time permaneça motivado a alcançar os resultados da sua marca. Curtiu as sugestões? Nos acompanhe também pelas redes sociais: Facebook, Instagram e LinkedIn!