Home office: 5 dicas para ajudar você no trabalho remoto

Nos últimos anos, muitas empresas flexibilizaram suas políticas de RH, dando mais liberdade aos colaboradores em relação a horário e local de trabalho. Isso tem resultado em novos paradigmas de produtividade, e um deles tem ganhando cada vez mais adeptos: a prática de home office. E não é para menos. Afinal, ele oferece uma série

INFO

Nos últimos anos, muitas empresas flexibilizaram suas políticas de RH, dando mais liberdade aos colaboradores em relação a horário e local de trabalho. Isso tem resultado em novos paradigmas de produtividade, e um deles tem ganhando cada vez mais adeptos: a prática de home office. E não é para menos. Afinal, ele oferece uma série de benefícios como maior conforto, menor gasto com deslocamento e nada de dress code.

Mas há também quem não goste dessa flexibilidade. Para algumas pessoas, o home office significa queda de produtividade, falta de convivência com os colegas e dificuldade de separar vida pessoal e profissional. Assim, para que você possa minimizar esses efeitos e aproveitar, ao máximo, o seu trabalho em casa, preparamos algumas dicas infalíveis! 

1. Estabeleça uma rotina

O nosso cérebro costuma associar o ambiente em casa com situações de conforto. E isso é ótimo! Mas, para o home office, pode não ser tão produtivo. Assim, é importante que você deixe claro, para si mesmo, que está se preparando para trabalhar e, não, para descansar. Por isso, é necessário que, ao acordar, você tome um café da manhã, um banho, troque de roupa, arrume a sua cama e prepare-se como se estivesse indo para o escritório.

Dessa forma, com a troca de ares, o seu corpo entenderá que é hora de começar um novo dia e você terá mais energia para realizar as suas tarefas.

2. Arrume o seu espaço 

Trabalhar na cama não é uma boa estratégia para “acordar” o corpo, não é mesmo? Por isso, separe um cômodo tranquilo da casa para se dedicar ao trabalho. Isso ajudará você a ser mais produtivo e aproveitar melhor o seu tempo de descanso. 

E, se não há um espaço adequado em sua casa, existem outras alternativas. Você pode testar um espaço de coworking, por exemplo. Afinal, apesar do termo ser “home office”, o trabalho remoto pode ocorrer em qualquer lugar.

3. Defina limites para o home office

A disciplina é um ponto central do sucesso no trabalho remoto, por isso é muito importante que você limite as suas tarefas diárias. Então faça um planejamento de sua rotina, distribuindo as atividades conforme os dias da semana — e, se possível, do mês. Assim, além de estabelecer um melhor ritmo de trabalho, tornando-se mais produtivo, você saberá a hora de parar, evitando um desgaste mental. 

E você também precisa limitar as suas distrações, afinal, é muito tentador checar as redes sociais ou assistir a um vídeo interessante no home office. Mas o momento é de trabalho! E se for interrompido com frequência, o seu fluxo de pensamento será quebrado e, consequentemente, sua produtividade será reduzida. Por isso, busque um ambiente com o mínimo de distrações possíveis e deixe para conferir o celular nos seus intervalos.

4. Teste modelos de produtividade

Se você é novo no home office e ainda não encontrou uma forma eficiente de trabalhar, uma boa estratégia é testar alguns modelos de produtividade. Eles são táticas já validadas por diversos profissionais e podem inspirar a sua divisão de trabalho e gerenciamento de tempo. Com uma rápida pesquisa na internet, você pode encontrá-las e, assim, descobrir o  que funciona melhor para o seu dia a dia de trabalho.  

Um desses modelos é o “Método Pipoca”, que propõe dividir o seu trabalho em três grandes blocos e realizá-los em locais distintos, para manter a mente em “modo trabalho” mais vezes no dia e, assim, aumentar o foco. Outro exemplo é a “Regra dos Dois Minutos”: se você lembra de uma atividade e ela pode ser executada em menos de dois minutos, deve realizá-la naquele momento, para não deixar acumular as tarefas.

5. Invista em você! 

No home office, você é a sua própria empresa e, por isso, precisa investir em tudo aquilo que possa ajudar você a trabalhar com mais conforto e fluidez, entregando melhores resultados. Por isso, uma cadeira confortável, um bom computador e uma internet de qualidade, por exemplo, são ótimos investimentos.

Mas nada disso adianta se você não estiver bem para trabalhar. E talvez essa seja a melhor dica de produtividade: cuide de sua saúde física e mental! No trabalho remoto, é comum termos hábitos mais instáveis e uma menor preocupação com a saúde. Por isso, lembre-se de realizar atividades físicas, ter boas noites de sono, comer alimentos saudáveis e sair de casa para espairecer a mente e trocar ideias com os amigos. 

Seguindo essas orientações, você com certeza será um profissional mais produtivo no home office! Assim, você não terá dificuldades em acompanhar essa nova tendência de mercado — que cresce a cada mais no Brasil e no mundo — e poderá aproveitar melhor o seu tempo livre, sem estresse e com mais qualidade de vida.