Como a sua marca deve se comunicar na crise do coronavírus?

Diante do avanço da pandemia, as medidas de contenção do coronavírus precisam ser a prioridade das marcas e da sociedade de modo geral. Entre elas, podemos destacar a relevância de aderirmos ao isolamento social, para a redução do número de infectados. Mas, infelizmente, isso tem um custo alto para as empresas, que precisam fechar as

INFO

Diante do avanço da pandemia, as medidas de contenção do coronavírus precisam ser a prioridade das marcas e da sociedade de modo geral. Entre elas, podemos destacar a relevância de aderirmos ao isolamento social, para a redução do número de infectados. Mas, infelizmente, isso tem um custo alto para as empresas, que precisam fechar as portas ou trabalhar com um funcionamento bastante reduzido por tempo indeterminado.

Nesse cenário, diversas marcas focaram sua gestão de crise em, na medida do possível, garantir um fluxo de caixa positivo. E, para manter essa saúde financeira, é preciso conter despesas. Mas também é importante que as empresas encontrem meios de se fazerem presentes agora, para que não sejam esquecidas pelos consumidores quando a situação se normalizar. Assim, é imprescindível que as estratégias de comunicação não sejam ignoradas nesse momento. Saiba como viabilizar isso, neste artigo!

A comunicação na era do coronavírus

Uma pesquisa realizada pela Kantar, em março deste ano, identificou que mais de 80% dos entrevistados concordam que as marcas devem comunicar, principalmente, seus esforços para enfrentar a pandemia e como elas podem ser úteis para os consumidores diante da nova realidade. Entretanto, o mesmo estudo concluiu que a maioria dos brasileiros acredita que as marcas devem evitar explorar a situação para se promoverem.

Sendo assim, você deve estar se perguntando como construir uma estratégia de comunicação adequada para uma situação de crise, não é mesmo? É preciso ressaltar que, para isso, não existe uma fórmula única e cada empresa precisa encontrar o modelo que mais se conecta com o seu propósito. No entanto, alguns pontos devem ser considerados para que a sua marca se comunique de maneira mais eficiente. 

Seja transparente

Para permanecer presente na vida dos consumidores, sua marca precisa manter os stakeholders bem informados sobre o seu posicionamento e suas decisões tomadas durante a pandemia. Para isso, comunique, de forma transparente, quais medidas estão sendo adotadas por sua empresa para garantir a segurança dos funcionários e clientes. Informe o seu modelo e horário de funcionamento nesse período e divulgue as ações que sua marca está desenvolvendo com o intuito de contribuir no combate à COVID-19. 

A rede de fast-food McDonald’s, por exemplo, decidiu comunicar o fechamento de suas lojas por meio de um vídeo, no qual explica todas as medidas tomadas pela empresa para continuar atendendo seus clientes durante a pandemia.

Comunique-se com responsabilidade

Ao produzir conteúdos sobre a pandemia, é preciso cautela. O projeto “Saúde sem fake news” foi criado pelo Ministério da Saúde com o objetivo de combater a veiculação de notícias falsas a respeito do novo coronavírus. Para se ter uma ideia, somente em fevereiro, 85% das mensagens recebidas e analisadas sobre o assunto não eram verdadeiras.

Por isso, cheque as fontes e a veracidade de cada informação compartilhada por sua marca. Além disso, seja responsável e atenda às recomendações estabelecidas pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Outra iniciativa importante também é se comunicar com agilidade, para combater fake news que possam ser atreladas ao seu negócio. 

Fique por dentro

Diante das incertezas geradas pela propagação do novo coronavírus, as informações disponibilizadas pela mídia são renovadas com frequência. Desse modo, manter-se sempre atualizado e atento aos comunicados oficiais é de suma importância. Por isso, antes de divulgar qualquer ação ou notícia em seus canais (sejam eles internos ou externos), certifique-se de que isso está coerente com o momento atual.  

Reavalie sempre que necessário

Para manter a relevância da sua marca em tempos de coronavírus, continuar entregando conteúdos que vão além do contexto da crise é fundamental. Afinal, os problemas cotidianos do seu público ainda estarão ali, aguardando uma solução.

Entretanto, antes de colocar em prática sua estratégia de comunicação, faça uma análise minuciosa dos elementos que a compõem. Investigue imagens, cores, palavras e símbolos que possam ser considerados inapropriados para o momento atual, como peças que mostram apertos de mão, aglomerações e outras atitudes que vão contra às recomendações de combate à COVID-19. 

Um bom exemplo é a plataforma Mercado Livre, que viralizou ao alterar seu logotipo em uma campanha de incentivo à prevenção da doença. Para isso, criou um novo ícone no qual as mãos — que antes se cumprimentavam fazendo uma alusão ao comprometimento da marca — agora não se tocam mais. 

Reconsidere seu tom de voz

Outro elemento que precisa ser adequado à realidade atual é a linguagem que sua marca utiliza em seus canais de comunicação. Procure manter a tranquilidade no tom de voz, para que as mensagens não causem mais pânico e ansiedade no seu público.

Além disso, o excesso de humor pode passar a ideia de que sua empresa não está comprometida com a situação. Por isso, é importante encontrar um equilíbrio entre manter-se positivo e ser responsável. Uma dica é evitar que os conteúdos de caráter mais leve e divertido sejam diretamente relacionados à pandemia. 

É preciso se adaptar à nova realidade

Com as dificuldades geradas pela COVID-19, os padrões de compra e comportamento dos consumidores podem sofrer muitas alterações. Desse modo, é importante que sua marca esteja atenta às novas demandas e procure se adaptar a elas.

Para isso, mapeie as ações dos seus concorrentes, acompanhe as tendências do seu segmento e faça pesquisas para descobrir como ser útil para o seu público nesse momento. Temos visto cada vez mais empresas utilizando recursos digitais. Assim, a adoção dos sistemas de delivery e vendas on-line, a intensificação dos canais de atendimento à distância e a criação de eventos virtuais são algumas das práticas encontradas no mercado.  

Como visto, a importância da comunicação não pode ser menosprezada. Afinal, marcas esquecidas durante a pandemia terão menos chances de retomarem o seu lugar na preferência dos consumidores quando essa crise passar. Seguindo nossas sugestões, é possível desenvolver uma comunicação eficiente e alinhada aos objetivos do seu negócio. Para ficar por dentro das ações que as marcas estão realizando a favor do combate à COVID-19, acompanhe nossas redes sociais: Facebook, Instagram e LinkedIn!