Foco: por que essa habilidade será cada vez mais importante?

Notificações de mensagens, atualizações em redes sociais, anúncios, notícias, e-mails… Fato é que somos bombardeados com informações a todo instante, seja por meio de um smartphone ou seja, até mesmo, em uma mera caminhada pela cidade. E, com a crescente transformação digital dos últimos anos, essa questão vem se intensificando cada dia mais, fazendo com

INFO

Notificações de mensagens, atualizações em redes sociais, anúncios, notícias, e-mails… Fato é que somos bombardeados com informações a todo instante, seja por meio de um smartphone ou seja, até mesmo, em uma mera caminhada pela cidade. E, com a crescente transformação digital dos últimos anos, essa questão vem se intensificando cada dia mais, fazendo com que as pessoas tenham menos foco e se tornem mais ansiosas. 

E todo esse cenário impacta bem mais do que a saúde das pessoas. As empresas também estão sentindo os efeitos colaterais do bombardeamento de informações, tendo em vista que, com isso, os funcionários tendem a se tornar menos produtivos. Assim, fica claro que é necessário desenvolvermos uma habilidade essencial: a capacidade de focarmos naquilo que é realmente importante. Mas como podemos fazer isso no contexto atual? 

O foco e as soft skills

Antes de entender o “como”, é preciso entender o “porquê”. E a lógica da necessidade do foco é bem simples: as pessoas com objetivos específicos são mais produtivas. Como prova, basta lembrar do pico de produtividade que obtivemos com sistemas de produção como o Fordismo e o Toyotismo, em que cada pessoa tinha uma única tarefa. Mas a atual conjuntura ganha alguns elementos que tornam essa questão um pouco mais complexa. 

Hoje, muitas pessoas continuam com cargos especializados. Mas isso não significa que, durante o trabalho, a única preocupação seja entregar todas as tarefas. Com a Nova Economia e a imensa quantidade de informações disponíveis, há uma necessidade constante de acompanhar tudo o que acontece no mundo, pois as pessoas que não se mantêm atualizadas ficam para trás no mercado de trabalho e nas relações interpessoais. 

E os dados comprovam que essa preocupação (ou apenas distrações) vem tomando parte considerável do tempo dos funcionários. Segundo um estudo da Udemy, citado em um relatório divulgado pelo Linkedin, dois terços dos colaboradores têm o costume de checar seus celulares durante uma hora por dia de trabalho, no mínimo. E nem é preciso dizer que, com isso, a produtividade tem uma queda considerável, não é mesmo?

Já uma pesquisa da Universidade de Lyon mostrou que as pessoas passam 25% do tempo pensando no futuro e 70% pensando no passado. E, dessa forma, o trabalho a ser realizado no presente fica prejudicado, mais uma vez, pela falta de foco. De acordo com a Udemy, alguns estudos estimam que o custo disso para as empresas chegue a centenas de bilhões de dólares apenas nos Estados Unidos.  

Com tudo isso, entramos em um dilema: se nos atualizarmos a todo momento, perdemos produtividade e, se não, ficamos parados no tempo, atrasados em relação às mudanças constantes que interferem diretamente em nossas vidas. Por isso, o foco é tão importante! É ele que nos permite buscar uma solução: o equilíbrio entre estar em dia com as novidades do mercado, sem prejudicar o que precisamos fazer hoje. 

E o que fazer para aprimorar o foco?

Mindfullness

Uma das técnicas que contribuem para melhorar a nossa capacidade de foco é o Mindfullness, que, em português, é traduzido como “atenção plena”. Basicamente, ele busca trazer as pessoas para o momento presente, fazendo com que elas percebam o próprio corpo e a mente voltados exclusivamente para a ação realizada naquele instante. 

Uma forma de fazer isso no trabalho é parando, por alguns minutos, ao se ver distraído ou muito agitado. Em seguida, você deve se concentrar em exercícios simples, que podem ser realizados na estação de trabalho mesmo, como observar a sua respiração, os barulhos do ambiente ou o seu peso sobre a cadeira. Assim, você voltará ao trabalho muito mais focado.

– Pare de se sabotar

Para driblar a vontade de checar o smartphone diversas vezes ao dia, existem algumas ferramentas que podem ajudar você a limitar esse uso, como o site Minutes Please ou o aplicativo Self Control. Eles restringem o tempo que você consegue passar em determinados domínios, bloqueando-os se você ultrapassa o limite estabelecido.

Ou, então, você pode simplesmente deixar o celular de lado por algum tempo e já prever o momento em que irá checar as notificações, como indica uma técnica de gerenciamento de tempo chamada de Pomodoro. O importante, nesse caso, é não deixar o celular tomar conta de você e nem do seu trabalho!

– Se organize

O planejamento é um dos pilares para a realização de tarefas com mais foco e, consequentemente, um bom ritmo de produtividade. Por isso, não deixe de organizar, diariamente ou semanalmente, as tarefas a serem executadas, o seu ambiente de trabalho e, até mesmo, o seu descanso. Isso vale para todos os tipos de jornadas mas, se você trabalha remotamente, recomendamos que dê uma atenção especial a esse tópico.  


Seguindo essas dicas, você conseguirá treinar o seu foco e, assim, sair na frente no mercado de trabalho. Afinal, um profissional mais concentrado é muito mais eficiente e terá, com certeza, um maior destaque e melhores oportunidades. E para se tornar ainda mais produtivo, não deixe de ler nosso outro artigo sobre esse tema.